Como escolher um fotógrafo de casamento

Como escolher um fotógrafo de casamento

noivos no altar a olhar para fotografo de casamento
Noivos com fotógrafo Tiago Ferreirinha

Com toda aquela emoção, expectativa e ansiedade que sentem quando estão a planear o vosso casamento, nem reparam que os dias estão a passar a correr e que o momento está finalmente à porta! Eu costumo aconselhar os noivos a saborearem cada momento e cada etapa do planeamento do casamento de forma tranquila e relaxada para que fiquem com boas recordações de tudo. Mas no próprio dia de casamento vai ser difícil estarem atentos a tudo e lembrarem-se de tudo da forma que gostariam e por isso vão querer reviver o vosso casamento novamente e para sempre através de fotografias. Então é importante a escolha do fotógrafo de casamento e por isso decidi reunir algumas dicas para vos ajudar a escolher o fotógrafo que vos vai acompanhar no dia do vosso casamento e dar-vos as memórias que vocês merecem!

Comecem com o orçamento

Há várias aspectos a serem consideradas para chegar a um número e, uma vez definido, muitas maneiras de aplicá-lo na escolhas dos fornecedores.

A primeira coisa que eu sugiro ao definirem o vosso orçamento é entrar no modo de pesquisa! Encontrem alguns fotógrafos de casamento na vossa área (através de diretórios de uma pesquisa no google, ou por exemplo, Casamentos.pt ou ZankYou) e recolham os valores praticados, apenas para que possam ter uma ideia geral de quanto custam as coisas e começar com um ponto de partida realista. Eu diria que um fotógrafo de casamento no Porto por exemplo custa entre 850€ e 1600€ pelo serviço base. Outros fatores podem fazer variar este valor como segundo fotógrafo, entrega de prints, álbuns , sessões de fotos antes do casamento, número de horas , entre outros. Aí podem ter que jogar com soluções para encaixar no vosso orçamento. É uma questão de o casal falar e decidir quais são as suas prioridades. Não devem escolher um fotógrafo apenas pelo preço por isso vou dar-vos mais coisas que devem ter em conta.

Conheçam o vosso estilo

Encontrem um estilo que vos agrade não apenas hoje mas também daqui a vinte anos. Ver para além das modas e tendências assegura que as futuras gerações vão gostar tanto das fotografias do vosso casamento como vocês!

Se calhar acham que não percebem nada de fotografia para poder avaliar isso mas mesmo os casais que não são experientes em fotografia podem fazer um apanhado das vossas fotos de casamento favoritas e perguntarem-se por que gostam delas – é a edição da cor, a composição, são fotos muito pousadas ou documentais, é a sua capacidade de capturar emoções? Em seguida, encontrem um fotógrafo que vá ao encontro do que gostam e mostrem-lhe as fotos que juntaram para ver se podem ser uma boa equipa.

Vejam mais do que os destaques do portfólio ou Instagram

Ver uma ou duas galerias completas de casamentos reais que um fotógrafo fotografou permite que vocês tenham uma ideia mais abrangente e real do seu trabalho.

Procurem honestidade, verdade e conexão emocional no trabalho de um fotógrafo. Essas emoções e momentos significativos nas vossas vidas são, no fundo, uma série de imagens em movimento. Um único quadro na vossa memória que pode conter intimidade, alegria, medo, amor, ansiedade ou o “indescritível” que muitas vezes experimentamos. Se esses momentos decisivos na vossa vida fossem capturados por um fotógrafo, queriam estar a olhar directamente para a câmera ou que fossem apanhados de forma espontânea? Esses momentos não são planeados. Eles não são encenados. São reais, honestos, nem sempre perfeitos. Eles têm movimento. Eles fazem parte de uma história MUITO maior. Assim como o dia do vosso casamento. Lendo isto, acham que querem um fotógrafo documental ou alguém que passe o dia a dar-vos direções e a encenar os momentos? Nenhum está mais certo do que outro mas é este tipo de decisões que têm que tomar.

Usem a sessão de fotos de noivado (ou pré casamento) como teste

Uma sessão inicial com um fotógrafo permite que vocês se conheçam pessoalmente, de forma a avaliarem a química e poderem sentir o seu estilo em primeira mão.

Eu pessoalmente adoro ter uma sessão de noivado. A maioria dos casais não está habituado a estar em frente a uma câmera, então fazer uma pequena sessão antes do casamento dá oportunidade para se habituarem e ficarem mais à vontade no dia do casamento. Também me ajuda a ver a melhor forma de lidar com um casal, descobrir como se sentem mais confortáveis e faz-me sentir mais como um amigo no dia do casamento. e no fim podem decidir se sou a pessoa que querem no dia do casamento.

Façam as perguntas certas ao fotógrafo de casamento

Há tantas perguntas a serem feitas, mas quais são as mais acertadas? Para terem uma boa ideia do trabalho do fotógrafo, aqui estão algumas essenciais.

Qual é a sua abordagem no dia do casamento?’ É importante não apenas conhecer o estilo do fotógrafo, mas a maneira como ele capta essas imagens. Eles são como um amigo que por acaso tem uma câmera ou gostam de ficar ali a posar as pessoas e a criar momentos ao longo do dia? Como se inserem e se comportam no dia de casamento? Interagem com os convidados fazendo-os sentir à vontade? A vossa experiência com o fotógrafo no dia de casamento pode ser tão ou mais importantes como as imagens finais que vão receber.

Saibam os detalhes sobre a entrega das fotos

Após sair do vosso casamento o trabalho do fotógrafo está longe de terminar. Saberem o que esperar no processo de pós-produção ajuda a acalmar toda a ansiedade e expectativa para reviverem o vosso melhor dia através das fotos.

Quantas fotos podem esperar receber na vossa galeria final? Quanto tempo demoram a entregar todas as fotos? As fotos são todas editadas e em alta resolução? Entregam algum tipo de imagem em formato físico como prints ou álbuns? Os vossos convidados têm acesso a todas as fotos? Se os vossos convidados quiserem imprimir fotos têm que pagar algum extra?

Garantam que trabalham com gente boa

Procurem um fotógrafo (ou fotógrafa) honesto, profissional e simpático, pois é alguém que vai passar o dia inteiro ao vosso lado.

Acho que é importante marcar uma videochamada durante a fase inicial das conversações. Isso dá a oportunidade aos noivos de verem quem sou e vice-versa. Houve muitas vezes em que conversei com um casal e simplesmente não achei que fosse o tipo ou estilo certo para o dia deles – e isso é normal. Vocês precisam encontrar alguém com quem se sintam confortáveis, de quem gostem e em quem confiem, porque somos os artistas a quem vocês confiam os vossos momentos e lembranças mais preciosos. Darem-se bem com o fotógrafo significa que podem simplesmente deixá-los capturar o dia e criar de uma maneira que não seja apenas fiel ao dia do vosso casamento, mas a quem ele (ou ela) é como artista. Todos ficam a ganhar!

Se estão no processo de escolher um fotógrafo, então sugiro que vejam o meu trabalho como uma possível hipótese para o vosso dia:

Tiago Ferreirinha – Fotógrafo de Casamento

Resumindo, quando se trata escolher o fotógrafo de casamento, tudo se resume a escolher alguém que combine com o estilo visual que pretendem e com quem se entendam perfeitamente a nível humano. Sempre que os casais têm uma ligação genuína com o fotógrafo, o dia corre muito melhor e as imagens com que ficam e que vão poder recordar para o resto da vida vão ser as melhores e mais especiais.

Enviar

Procuras um fotógrafo de casamento e queres saber disponibilidade ?

Horário: Seg-Sex 10h-18h
934 533 833 | tiagoferreirinha.weddings@gmail.com

Obrigado! O vosso contacto foi enviado. Mal posso esperar por vos conhecer melhor. Entrarei em contacto assim que possível..