Tendências de casamentos 2022: Casamento pequeno!

Tendências de casamentos 2022: Casamento pequeno!

Noivos numa casamento pequeno no douro na quinta de Santa Marinha.

Há dois tipos de noivos: aqueles que quando pensam no casamento começam logo a imaginar um dia com todos os familiares e amigos, uma coisa em grande, com centenas de pessoas e há aqueles a quem a ideia de um casamento com tanta gente causa calafrios e preferem algo mais pequeno e intimista, o chamada casamento pequeno ou elopement. As novas tendências de casamentos levam-me a acreditar que o casamento pequeno será uma opção que veremos a surgir cada vez com mais frequência n panorama dos casamentos em Portugal.

São duas escolhas diferentes e nenhuma está mais certa do que a outra. Mas um casamento pequeno é algo que tem muitas vantagens e nem sempre é uma hipótese simplesmente porque a maioria das pessoas nunca esteve num e não imagina que possa ser uma possibilidade. Isto acontece porque nós muitas vezes actuamos tendo por base a sugestão e tudo aquilo que sempre vimos foram casamentos grandes e mais tradicionais.

Mas num mundo onde cada vez temos mais contacto com pessoas e realidades diferentes, o dia de casamento passou a ser visto como uma oportunidade para termos um dia mais à nossa imagem, mais a ver com a nossa personalidade. Daí até começarmos a ouvir falar em casamentos intimistas ou elopements foi um passo natural.

O que é um casamento pequeno?

Estes casamentos são caracterizados por um menor número de convidados, dando destaca a uma maior proximidade entre os noivos e esse número reduzido de convidados e consequentemente gerando uma maior intimidade. Muitas vezes os ambientes são também mais acolhedores ou, por outro lado, podem ser mais “selvagens”. São mais “elásticos”, não têm que corresponder à expectativa de um dia tradicional.

Quais as possibilidades de um casamento pequeno?

Imaginem que são amantes da natureza e ao fim de semana e nas férias vão sempre para a montanha fazer trails e caminhadas. Não faz sentido que o vosso casamento sejam só vocês os dois no meio das montanhas que tanto adoram? Ou com a família e amigos mais próximos? Ou por exemplo, conheceram-se numa praia paradisíaca no Alentejo e fazia todo o sentido que o vosso casamento fosse lá. Como costumo dizer aos meus noivos: Se nunca tivessem visto ou estado num casamento, e tendo em conta que um casamento na realidade é assinar um contrato que demora 5 minutos, como planeavam o vosso dia? Com que actividades o preenchiam?

Agora comecem a imaginar um dia assim, a fazerem aquilo que realmente gostam em vez de ter um dia cheio de protocolos e obrigações. Eu consigo imaginar perfeitamente!

Noivos no altar num casamento no meio da natureza.

Vantagens de um casamento pequeno.

Por terem menos convidados no dia do vosso casamento há outras oportunidades que se abrem em termos de espaços, como por exemplo o jardim da casa de família ou certos alojamentos ou hotéis em lugares mais remotos ( e com sorte com uma piscina para lá passarem todo o fim-de-semana!), para além das montanhas ou praias como referi anteriormente. Dois exemplos são a Quinta de Santa Marinha no Douro ou o Areias do Seixo mais a Sul.

Outra vantagem clara é o facto de ficarem (normalmente) mais baratos. Por serem festas tendencialmente mais pequenas todos os fornecedores envolvidos costumam ter preços mais em conta. Enquanto fotógrafo, se dois noivos me abordarem com um dia deste tipo, os meus preços são consideravelmente inferiores a uma cobertura completa de um dia tradicional. Mas também há casais que apesar de quererem um casamento pequeno querem ter tanta personalização que acabam a gastar o mesmo que num dia tradicional. You do You!

Como justificar aos familiares e amigos a vossa escolha.

A parte difícil é explicar a familiares e amigos porque não podem ser todos convidados. Mas alegrem-se porque há maneiras de contornar isto. Uma delas é realizar a cerimónia com poucas pessoas e depois abrir a parte do brunch/almoço/jantar ou da festa a um número mais alargado de convidados. Algumas até vos devem agradecer por não irem à cerimónia!

Organização de um casamento pequeno.

Por estarem a organizar um casamento pequeno não pensem que podem organizá-lo em pouco tempo. O planeamento e atenção dada deve ser a mesma que para um casamento tradicional embora geralmente traga menos stress e dores de cabeça. Mas acho que um casal que opte por este tipo de casamento será alguém apreciador do slow living e da descomplicação.

Um dia de casamento acima de tudo é passarem o dia com o vosso melhor amigo que também é a pessoa com quem querem casar (quem diria?). Já conheci pessoas que nunca pensaram em casar exactamente porque não se viam a gastar tanto dinheiro nem ter um dia com tanta confusão e não sabiam que podiam fazer algo mais diferente e personalizado. É o vosso dia por isso são as vossas escolhas.

Por fim, lembrem-se: um dia de casamento pode ser tudo aquilo que vocês imaginarem e não simplesmente um casamento igual à daquela prima afastada e que vocês sabem que não tem nada a ver com vocês. Nem têm que seguir as tendências. You do you!

Vejam o exemplo da Margarida e do Gabriel numa propriedade da família.

Enviar

Procuras um fotógrafo de casamento e queres saber disponibilidade ?

Horário: Seg-Sex 10h-18h
934 533 833 | tiagoferreirinha.weddings@gmail.com

Obrigado! O vosso contacto foi enviado. Mal posso esperar por vos conhecer melhor. Entrarei em contacto assim que possível..